7 perguntas e respostas sobre declarar investimentos no IR em 2022

7 perguntas e respostas sobre declarar investimentos no IR em 2022

O início do ano é quando você separa seus arquivos e “contas” do Lion, e os contribuintes poderão entregar suas declarações de Imposto de Renda (IR) entre o início de março e o final de abril. Somente em 2021, o IRS recebeu mais de 34 milhões de retornos.

Continua após a publicidade...

Ao apresentar um investimento em RI, um indivíduo que faz negócios em bolsa de valores deve apresentar um depósito anual.

Independente do valor da ação, o que você deve declarar segue regras específicas. Eles podem até isentar você (o investidor) da obrigação de apresentar as transações que foram feitas e os ativos em custódia.

Continua após a publicidade...

Quando falamos de ativos e direitos, em relação às participações em valor atual em 31 de dezembro de 2021, precisamos incluir um conjunto de ações e cotas da mesma empresa, negociadas ou não em bolsa, tais como: ouro e ativos financeiros, de cujo valor de aquisição seja inferior a R$ 1.000,00.

Abaixo, tire suas dúvidas sobre o anúncio de IRs de investimento em 2022:

Continua após a publicidade...

1) Quem está isento e precisa declarar o investimento?

Sim, mas pode haver alguns pontos diferentes no preenchimento do formulário de declaração, como:

Receita: Existe uma aba específica no relatório para operações em bolsa. Como investidor, caso suas vendas mensais não ultrapassem R$ 20.000, sua renda será isenta de impostos e você não deve inserir ganhos nesta aba.
Perda: O preenchimento é opcional nos cálculos mensais. Como a renda isenta de impostos deve ser uma renda anual e deve ser inserida na guia Renda Isenta e Não Tributável.

2) Até R$ 20.000, preciso declarar investimento em IR?

Primeiramente, você deve separar todas as operações entre suas classificações fiscais, como: ações, ações isentas de impostos, ETFs, ouro, opções, etc.

Em segundo lugar, é preciso distinguir os tipos de operações: a comum, chamada de swing trading, ou intraday trading. Neste ponto, para obter os números corretos, você deve somar as disposições de ações e operações ordinárias e as disposições de ouro e operações ordinárias.

3) Se um investidor vender ações, qual é o processo para declarar um investimento em RI?

Outra dúvida comum é sobre vender no início do dia e comprar de volta ao longo do dia. O investidor entende que a venda zera ou reduz suas participações anteriores e que novas compras ao longo do dia adicionarão um novo estoque, compreensivelmente.

No entanto, não é assim que funciona, pois essas operações são descritas como day trading. Não importa em qual ordem as negociações foram compradas ou vendidas no mesmo dia, os estoques anteriores não serão modificados.

4) Em caso de perda, o que um investidor deve fazer ao declarar um investimento em RI?

Compensar perdas por meio de diferentes classes de operações, como: ações de ETF ou ações de opções. Enquanto a negociação for swing ou intradiária, você pode compensar suas perdas de opções com ganhos de ações – os dois nunca podem ser misturados.

As operações com fundos de investimento imobiliário ou FIIs são exceção a essa regra. Nesse caso, os cálculos são feitos separadamente, não há distinção entre day trading e swing trading, ou seja, todos os negócios são tributados da mesma forma e não podem ser compensados ​​com nenhuma outra classe de ativos.

As perdas também devem ser declaradas da mesma forma que os ganhos, o que é opcional apenas quando as vendas mensais não ultrapassarem R$ 20.000 e o estoque ou ativo financeiro ouro estiver em operação normal.

É importante declarar as perdas porque elas podem ser compensadas no futuro. Portanto, você pode carregar perdas para usá-las no cálculo de ganhos tributáveis ​​no futuro.

5) Qual é a diferença entre uma nota de corretagem e uma posição de caução?

A nota de corretagem é um documento que mostra todas as operações realizadas no mercado secundário e todos os custos envolvidos nas operações destacadas.

São documentos muito importantes porque juntos certificam seus retornos como investidor que opera em bolsa de valores, e justamente por trazer todas as informações, muitas vezes é utilizado por calculadoras para controle e cálculo do IR.

O local de depósito é usado para declarações de ativos na guia Ativos e direitos. O preço de um ativo é determinado pela soma da média ponderada do preço de compra ao custo necessário para adquirir o ativo.

6) As declarações prestadas pela corretora são suficientes para satisfazer o IR?

A declaração fornecida pelo corretor é um auxílio e não contém todas as informações necessárias para declarar corretamente um IR. Em outras palavras, a lei atribui essa responsabilidade ao investidor.

Essas informações fornecidas pelas corretoras são frequentemente utilizadas de forma incorreta, principalmente em relação às posições gerenciadas, pois elas não utilizam o método correto para calcular o preço médio do livro e executam o preço médio gerenciado apenas para estimar o benefício do cliente.

7) Em relação à tributação federal, com o que os investidores devem se preocupar?

A Receita Federal tem se preocupado com os relatos frequentes de investidores com seus fundos de previdência suspensos por não declararem corretamente seus negócios na bolsa de valores.

Isso faz sentido, pois o volume de processamento e o número de investidores aumentaram substancialmente nos últimos anos, tornando-se mais relevante para o trabalho dos fiscais, pois controles mais eficazes podem levar a maiores rendimentos.

Dado que os pagamentos do DARF são sempre feitos dentro de alguns meses do cálculo, é recomendável que você faça o cálculo corretamente ao longo do ano para estar pronto no momento do arquivamento.

Ainda tem dúvidas sobre como declarar investimentos em RI? Para falar com um de nossos especialistas em investimentos, basta preencher o formulário abaixo.

Fontes: ihublounge.com.br

Bussola ADM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *